Pesquisa Eleitoral 2018

De acordo com a Constituição Federal, em vigor desde 1998, eleições devem ser realizadas periodicamente, de quatro em quatro anos para cada cargo, a fim de possibilitar à população a oportunidade de escolher os seus futuros representantes públicos, tais como prefeito, vereador, entre outros. Neste artigo iremos acompanhar a pesquisa eleitoral 2018, confira!

No ano de 2018 deve ser realizada a eleição para a escolha do presidente da república, dos candidatos à senador 2018, dos governadores e dos deputados federais e estaduais; porém, apesar de serem muitos os cargos elegíveis, há um grande foco, tanto por parte da mídia quanto por parte da sociedade, na eleição para a presidência.

Pesquisa Eleitoral 2018
Pesquisa Eleitoral 2018

O presidente tem como atividade exercer as funções de chefe do poder Executivo e de chefe de Estado, tendo como principais influências, portanto, autoridade em vetar projetos, em aplicar leis aprovadas, em exercer comando sobre as Forças Armadas, em decretar estado de sítio, além de poder declarar guerra, desde que seja apoiado pelo Congresso Nacional, em caso de ameaça ao país.

As eleições para a presidência costumam ter dois turnos; o primeiro serve como uma peneira, selecionando os candidatos prediletos pela população, enquanto o segundo serve para decidir, de fato, qual indivíduo ocupará o cargo; a realização do primeiro turno, das eleições de 2018, está prevista para o dia 1 de outubro, enquanto a provável data do segundo turno das eleições 2018 está marcada para o dia 28 de outubro.

Como funcionam as pesquisas eleitorais?

A pesquisa eleitoral 2018 procuram comunicar à população e aos candidatos os prováveis ganhadores na disputa dos cargos políticos. Há dois tipos de pesquisas, a quantitativa e a qualitativa:

  • na primeira, uma quantidade de pessoas é selecionada, aleatoriamente, a fim de indicar a aprovação percentual de cada participante;
  • já o segundo tipo de pesquisa tem a intenção de descobrir a motivação de determinado grupo a escolher aquele candidato específico, o que pode auxiliar os partidos e os candidatos a tomarem decisões que melhorem as suas popularidades.
Pesquisas Eleições 2018
Pesquisas Eleições 2018

As duas assemelham-se no fato de entrevistarem certa quantidade de pessoas, que pode variar de 2 a 4 mil pessoas, com um número proporcional à realidade (se a população for composta por 40% de jovens e 60% de idosos, as idades das pessoas entrevistadas devem estar na mesma proporção).

E você: quer participar mais ativamente das eleições? Então confira como ser um mesário Voluntário 2018 e contribua para tornar seu país mais democrático e mais justo.

Quais são os órgãos responsáveis pelas pesquisas?

Na maioria dos casos, os responsáveis pela realização das pesquisas eleitorais são empresas contratadas ou pertencentes à determinada instituição. Quem contrata ou possui essas empresas são, em geral, veículos midiáticos, como jornais e emissoras televisivas, com a intenção de informar à população sobre as eleições 2018. Os institutos de pesquisa de maior credibilidade no país, atualmente, são o Datafolha e o Ibope.

Pesquisa Eleitoral 2018: Últimas pesquisas dos Candidatos à presidente

A pesquisa eleitoral 2018 tem o foco nos possíveis candidatos para o cargo da presidência 2018. Segundo as pesquisas realizadas até o momento, os principais candidatos seriam:

  • Luís Inácio (Lula), afiliado ao Partido dos Trabalhadores, desempenhou o papel de presidente de 2002 a 2010. Apontado como integrante de diversos esquemas de corrupção, teve a prisão decretada pelo Juiz Sergio Moro, portanto, corre riscos de não ser elegível, caso seja condenado também pelo Tribunal Regional Federal da 4ª região. O Lula seria o nome de maior aprovação em um possível primeiro turno, com 30%, segundo a pesquisa do Datafolha. Também apresentaria o índice de maior reprovação entre os brasileiros, com 46%.
  • Marina Silva, afiliada ao Partido Rede Sustentabilidade, participou das últimas três eleições à presidência. Ela empataria com o Bolsonaro, com 15% de aprovação, caso o Dória seja o candidato pelo PSDB; na possibilidade do candidato pelo PSDB ser o Alckmin, a Marina seria a terceira com maior aprovação, também com 15%.
  • Jair Bolsonaro, afiliado ao Partido Social Cristão, é deputado federa. Ele seria o segundo com maior índice de aprovação, de 15%, caso o Alckmin seja o candidato pelo PSBD. Tem também um alto índice de reprovação, com 30%; acredita-se que o índice de rejeição seja tão alto devido ao fato dele defender ideologias conservadoras e nacionalistas, muitas vezes ofensivas às minorias.
  • Geraldo Alckmin, ex-governador do Estado de São Paulo, seria um dos possíveis candidatos pelo Partido da Social Democracia Brasileira. O Alckmin seria o quarto no índice de aprovação, com 8%. Também teria o segundo maior índice de rejeição, com 34%; acredita-se que tal índice seja tão elevado devido ao fato dele ter sido delatado, na delação premiada da Odebrecht, por usufruir de um caixa 2.
  • João Dória, prefeito do Estado de São Paulo, seria a outra possibilidade de candidato pelo PSDB. O Dória seria o quarto no índice de aprovação, com 10%, e teria um índice de reprovação de 20%.

Pesquisas das eleições 2018: Pesquisas oficiais

Quer ficar por dentro dos resultados das pesquisas eleitorais dos principais institutos de estatística do Brasil? Confira a seguir:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (6 votes, average: 4,33 out of 5)
Loading...

6 respostas a “Pesquisa Eleitoral 2018”

    1. A imposição do poder é potencialmente exercitada, mesmo contra a vontade do povo. Mexe com a alma humana por implicar em subordinação coletiva, por submissão às determinações do chefe. Eu decido vocês cumprem. Esse é o exercício do Poder no Brasil.

  1. Deve governar com as forças armadas e jogar duro contra as facções criminosas desse país! Começando pela roubalheira dos políticos e se possível fecha
    A câmara federal e senado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *